Cavalo abraça mulher grávida e quando o médico vê seu ultrassom ele liga para a polícia

Muitas pessoas acreditam que os cavalos possuem uma espécie de intuição especial, que lhes confere a capacidade de perceber coisas que outros animais não conseguem, como emoções ou sentimentos ocultos. 

Embora não haja uma comprovação científica definitiva sobre esse assunto, existem relatos de cavalos extraordinários, como o caso de Keola, uma égua que demonstrou um comportamento peculiar quando sua dona engravidou. A seguir, compartilho essa fascinante história.

Jolene Jonas, uma mulher britânica, enfrentou uma situação inusitada após descobrir sua gravidez. Ela e seu marido ficaram repletos de alegria e entusiasmo com a notícia, mas o mesmo não pode ser dito em relação ao seu cavalo. O animal começou a exibir um comportamento completamente estranho.

Keola, o cavalo do casal, ficou visivelmente perturbado ao perceber a barriga de grávida de Jolene, e sua conduta tomou um rumo peculiar desde que o casal descobriu que estavam esperando um bebê. Preocupados com a situação, decidiram marcar uma consulta adicional com o médico para investigar o ocorrido. 

Ao chegarem, o médico logo percebeu que algo estava fora do comum. Ao analisar o ultrassom, o profissional agiu prontamente, entrando em contato com as autoridades policiais.

A gravidez estava transcorrendo sem problemas. No entanto, Keola, a égua, começou a exibir um comportamento irritado e agir de forma estranha desde que o casal descobriu que estavam esperando um bebê. O animal constantemente abraçava Jolene e lambia sua barriga. Inicialmente, o casal ignorou o comportamento de Keola, sem perceber o verdadeiro significado por trás das ações da égua.

A gestação progrediu sem contratempos até a 25ª semana, quando Jolene começou a sentir dores intensas nas costas que persistiam, independentemente do descanso. As dores se intensificaram a ponto de Ricky, seu marido, perceber que era necessário levá-la imediatamente ao hospital. 

Ao chegarem, o médico optou por fazer um ultrassom para avaliar a situação, e foi então que uma descoberta o levou a chamar imediatamente a polícia. No entanto, naquele momento, Jolene não fazia ideia do que sua égua estava tentando comunicar. Talvez o animal soubesse algo sobre a gravidez o tempo todo. Jolene lamentou posteriormente por não ter dado ouvidos à sua égua anteriormente.

Com um olhar atento para o monitor, o médico dedicava sua atenção à paciente durante o exame, quando, subitamente, uma mudança expressiva se estampou em seu rosto. Uma mistura de confusão e descontentamento se fez presente, e assim que concluiu, proferiu algo em tom baixo que causou apreensão em Jolene: “É necessário contatar a polícia…”

Jolene sentiu-se claramente surpresa com aquilo. Por qual motivo a polícia estaria envolvida? E por que ele não explicou exatamente o que estava acontecendo? Ela e seu marido ficaram cada vez mais frustrados diante daquela situação. Ricky, presente na sala junto a eles, também estava enfurecido. Enquanto o médico saiu para fazer sua ligação, o casal trocou olhares perplexos. Quando finalmente obteriam as respostas que tanto buscavam?

os policiais então chegaram ao hospital e chamaram Rick para conversar, Rick acabou se alterando devido a quantidade de perguntas que os policiais faziam para ele, então o mesmo foi levado para a delegacia onde lá ele respondeu por mais perguntas e também foi chamado para reconhecer uma pessoa dentre outras que estavam lá. 

O futuro pai ficou impressionado com a situação porém foi fazer o reconhecimento e ficou ainda mais surpreso por reconhecer alguém que estava lá, era seu antigo médico. Rick então começou a questionar a polícia o porquê de tudo isso, e descobriu que seu antigo médico havia colocado um chip em sua esposa, e que este seria a causa de tudo. 

Ricky foi informado pela polícia de que o médico de Jolene já sabia da presença de um implante médico ilegal em seu corpo. Esse implante tinha a capacidade de regular os medicamentos necessários, mas sua utilização ainda não estava dentro da lei.

O médico confirmou para Ricky o que ele já sabia: Jolene tinha um implante médico ilegal em seu corpo que precisava ser removido. O médico explicou em detalhes a situação para Ricky. Embora Ricky estivesse ciente dos pormenores do microchip, sua maior preocupação era a saúde de seu bebê. Pois Jolene estava na sala de cirurgia. 

Jolene e seu bebê estavam em boas condições. Felizmente, ela não precisou passar pelo parto ainda. O que eles precisaram fazer foi remover o chip médico que provavelmente era a fonte da intensa dor nas costas. Ao retirar o chip prejudicial, Jolene pôde prosseguir com a gestação em casa, sem preocupações com a saúde do bebê. Agora que identificamos o chip como a causa da dor nas costas da futura mãe, é provável que ela não sinta mais desconforto nas próximas semanas.

Após 40 semanas de gestação, Jolene deu à luz uma linda e saudável menina chamada Giulia. Apesar da experiência negativa anterior, eles não se deixaram abalar e, ao retornarem para casa, Keola, o cavalo, os recebeu com alegria e sem nenhum comportamento estranho. Jolene e Ricky aprenderam a confiar sempre nos instintos de seu querido animal, prometendo a si mesmos nunca mais questionar seu comportamento.

Artigos relacionados