Bolsonaro É Levado Às Pressas Para Hospital E O Médico Revela Que… Ver Mais

O ex-presidente Jair Bolsonaro foi transferido do Hospital Santa Júlia, em Manaus, para o Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, para continuar seu tratamento de obstrução intestinal e uma infecção por erisipela.

A transferência foi confirmada por Fábio Wajngarten, advogado e assessor de Bolsonaro. Segundo Wajngarten, o ex-presidente já estava em voo para São Paulo, onde ficaria sob os cuidados do cirurgião Dr. Antonio Macedo e da equipe de infectologia do Hospital Vila Nova Star.

A obstrução intestinal e a erisipela serão tratadas com procedimentos específicos e antibióticos endovenosos. Bolsonaro foi inicialmente atendido no Hospital Santa Júlia no último sábado (4), após apresentar sintomas da infecção.

Entendendo a Obstrução Intestinal

A obstrução intestinal ocorre quando há um bloqueio parcial ou completo do intestino, impedindo o trânsito normal do conteúdo intestinal. Ela pode ser causada por várias razões, como aderências pós-cirúrgicas, tumores, hérnias ou condições inflamatórias. Os sintomas comuns incluem dor abdominal, inchaço, náuseas, vômitos e ausência de evacuações ou gases.

Nos casos mais graves, a obstrução pode causar complicações, como infecção e perfuração do intestino. O tratamento depende da causa e gravidade, variando entre intervenções conservadoras, como jejum e terapia intravenosa, até cirurgias para desobstruir ou remover partes do intestino afetadas. O caso de Bolsonaro requer atenção especial, pois ele tem um histórico de complicações intestinais.

 Erisipela – Sintomas e Tratamento

A erisipela é uma infecção da pele que também pode afetar a gordura subcutânea. Ela é causada pela bactéria Streptococcus, que entra no corpo através de feridas ou rachaduras na pele.

A doença não é contagiosa, mas pode ser bastante dolorosa e causar inflamação, inchaço, febre, vermelhidão e bolhas. A área afetada geralmente apresenta uma borda bem definida, diferenciando a pele inflamada do tecido saudável. O tratamento envolve o uso de antibióticos para combater a infecção, sendo essencial que sejam administrados conforme orientação médica.

Em casos mais graves, a infecção pode se espalhar para os vasos linfáticos e requerer hospitalização para terapia intravenosa. A equipe médica do Hospital Vila Nova Star está monitorando o quadro de Bolsonaro de perto, visando evitar complicações e acelerar a recuperação.

Assim, a transferência de Bolsonaro para São Paulo garantirá que ele receba o tratamento adequado para ambas as condições, contando com profissionais especializados e infraestrutura adequada para lidar com os desafios clínicos que ele enfrenta.

Artigos relacionados